Reservas Melia Jardim Europa

camilanardi.com.br

Escravos da Moda

Não sou de fazer comentários/textos polêmicos, mas ultimamente eu venho me irritando com algumas coisas. Essa semana eu postei um texto no meu perfil do Facebook e fiquei feliz de saber que existem outras pessoas, que assim como eu, estão cansadas de banalização e falta de personalidade. Resolvi postar o texto aqui, pois acho interessante compartilhar o que eu penso com vocês, leitores. Separei algumas imagens para ilustrar o texto  a seguir:

“Me assusta um pouco ver mais da metade do meu facebook vestindo “body”. É tão estranho que só porque alguém disse que é tendência em algum lugar do planeta e alguma famosa usou por aí, toda a massa de mulheres resolva usar do dia para a noite. Quero deixar bem claro que esse post não se refere aos “bodys”, e nem sobre qualquer peça de moda que já virou tendência e todos usaram até enjoar. Esse post se refere às pessoas (mulheres e também homens) que seguem irracionalmente e cegamente todas essas tendências que são lançadas no mercado.(…)”

fashion victims  (1))

“(…)De repente, voltamos no tempo onde cada década é caracterizada por um shape e todos saem nas ruas quase que uniformizados achando isso o máximo. A grande diferença entre hoje e anos atrás? Os “shapes” são tendências que não sobrevivem a sequer uma estação do ano, meses, semanas. Eu não sei nem dizer se as pessoas fazem isso para serem notadas ou para passarem despercebidas em meio a tantos outros iguais à elas, só sei que é ridículo.(…)”

fashion victims  (4)

“(…)Eu fico com pena das pessoas que são vítimas de tudo aquilo que a mídia tenta vender… Não estou dizendo que eu não sigo tendências, até porque hoje isso é quase impraticável, principalmente a julgar pela minha profissão. Mas não acho que devemos colocar essas coisas à frente do nosso estilo. Com tantas opções que temos por aí, eu fico admirada e preocupada, que as pessoas ainda queiram se vestir iguais as outras. Muitas pessoas que não tem informação de moda (ou que pensam que tem alguma), acabam usando o que está na moda para, simplesmente, não parecer alguém “atrasado”. Eu sinto dizer que isso é realmente triste, porque as pessoas deveriam ADAPTAR algumas tendências aos seus estilos e não fazê-las parte dele – como já dizia nossa SÁBIA Coco Chanel: A moda passa e o estilo fica. E aonde foi parar o estilo das pessoas? Nós formamos o nosso estilo com a nossa personalidade, com o que nós já vivemos, basicamente pelo que somos… e traduzimos isso para a forma com que nos vestimos. O que se deve pensar sobre um pessoa que veste tudo o que está nas vitrines??!! Deixo essa pergunta para ser respondida por vocês, não é nem para comentar, é para REFLETIR sobre isso.(…)”

fashion victims  (2))

“(…)Eu vejo que poucos hoje expressam o que realmente são pela forma com que se vestem, e não há nada mais interessante do que isso. De alguma forma, todos nós somos vítimas da moda. Mas deve ser desgastante o sentimento de necessidade de adquirir algo só porque todos tem. Me assusta muito.”

fashion victims  (3)-vert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *